Chicó - Personagem

Contador de causos, covarde e trovador, Chicó é um dos grandes personagens do cinema brasileiro. Interpretado por Selton Mello em O Auto da Compadecida, ele nasceu não nas telonas, mas na literatura do escritor paraibano Ariano Suassuna.

Chicó é o dono da frase “Não sei, só sei que foi assim”, proferida depois de cada história duvidosa contada. Na trama de O Auto da Compadecida, situada no sertão nordestino, ele é o grande companheiro de João Grilo, com quem pratica pequenos negócios e golpes. No filme, o problema começa quando os amigos se envolvem com um temido cangaceiro da região.

Encantador, engraçado e dramático, o longa é um dos mais elogiados da história do cinema nacional. A direção é assinada por Guel Arraes e o elenco conta com Matheus Nachtergaele, Marco Nanini, Denise Fraga, Fernanda Montenegro, Lima Duarte e outros grandes mestres.

Em 2015, quando Ariano Suassuna faleceu, uma história curiosa a respeito de Chicó veio à tona. De acordo com um primo do escritor, o personagem foi inspirado em um morador de Taperoá, cidade paraibana onde o autor viveu. Chicó, ele afirma, era “um doido que morava na cidade. (...) No Auto da Compadecida, tem muita conversa lá na boca do Chicó [personagem] que eram 'verdades' contadas pelo Chicó de Taperoá”.

O ator Selton Mello, assim que soube da morte de Suassuna, divulgou um texto sobre o artista. Nele, dizia: Chicó fui eu, Chicó é Ariano, Chicó é tu. Chicó e João Grilo têm morada no coração dos brasileiros".

Foto: Reprodução

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.